Mostrando postagens com marcador warrant. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador warrant. Mostrar todas as postagens

sábado, 31 de março de 2012

Warrant: “A vida de Jani Lane está em suas músicas”


Em entrevista ao Legendary Rock Interviews, Jerry Dixon falou um pouco sobre seu ex-companheiro de WarrantJani Lane. Confira trechos abaixo:
Sabemos que você não estava muito feliz com a forma que a reunião de 2008 terminou, mas não veicularam o quanto a banda tentou ajudar Jani Lane naquele tempo.
Jerry: Com certeza. É estranho como as pessoas se comunicam hoje em dia no Facebook, de forma tão imediata, e ainda há pontos tão obscuros desse tópico em partcular. Há vários fãs nossos que parecem nem saber que tentamos de verdade fazer uma reunião em 2007 e 2008. Publicam coisas sobre como não tentamos ajudar Jani depois que ele saiu. Tentamos de verdade fazer aquela reunião, colocamos Jani numa clínica de reabilitação naquela época e permanecemos visitando ele, sem ignorá-lo. O álcool estava proibido em qualquer parte de nosso backstage e levamos um dos conselheiros do Dr. Drew durante nossa turnê, mas mesmo assim fizemos apenas 11 shows. Foi uma grande decepção para nós, mas não eram apenas negócios, temos corações por baixo de nossa pele.
Jani Lane nunca aceitou ou entendeu como ele era apreciado ou como a música que o Warrant fez era também muito apreciada.
Jerry: Sim, e isso sempre me deixou triste, mas ele estava desconfortável com tudo. Quero dizer, ele relutava com coisas do dia-a-dia que não se deveria relutar, como viajar ou feriados, coisas que deveriam ser fáceis de se lidar, não ficando nervoso. Queria também mencionar algo que eu penso muito sobre e que não sei se as pessoas se dão conta. Se você quer saber sobre a vida de Jani Lane, sobre o que aconteceu com ele, está tudo em suas músicas. Em discos como “Ultraphobic” e especialmente “Belly To Belly”, você pode ouvir a história das coisas indo mal em sua vida. Todos querem saber o que rolou com Jani, mas a vida de Jani Lane está em suas músicas. Em uma noite coloquei Falling Down pra tocar, e foi algo como “Cara, a história está aqui”, e eu não sei se as pessoas já repararam. Ele estava dizendo ao mundo o quanto ele estava mal e nem eu nem a maioria das pessoas percebemos isso na época.
Fonte: Van do Halen