sábado, 21 de abril de 2012

Abril Pro Rock: Ratos de Porão, Exodus e Brujeria


Além da comemoração da sua vigésima edição, o festival Abril pro Rock será palco, hoje, no Chevrolet Hall, das celebrações em torno das três décadas de vida do Ratos de Porão. O grupo nasceu em São Paulo, no início da década de 1980 e faz um som que une punk, hardcore e thrash metal. O RDP está presente em diversas coletâneas, possui 14 discos de estúdio e muitas histórias pra contar.
No show do Recife, a banda focará o repertório nas músicas do disco Anarkophobia, lançado em 1990. “É uma comemoração dentro da outra: 30 anos nossos e 20 desse álbum”, explica o vocalista João Gordo, 48 anos, em entrevista por telefone.
De acordo com ele, o lançamento desse disco foi bem marcante na época. Era o segundo da banda pela gravadora americana Roadrunner (que naquele tempo se chamava Roadracer Records) e o que os levou pela segunda vez à Alemanha. “Conseguimos engatar uma turnê europeia de quatro meses”, rememora.
Curiosamente, João Gordo também diz que esse foi um álbum que trouxe certas complicações. “O Anarkophobia foi todo composto por mim e por Jão (guitarrista, e único membro fundador do Ratos ainda na banda), enquanto os outros estavam no churrasco (risos). Mas demos um passo maior do que as pernas”.
O problema maior aí, segundo o Gordo, é que eles atingiram o objetivo de fazer um disco com a pegada mais metálica, porém a coisa ficou difícil nos shows. “Comparado aos outros álbuns, as músicas do Anarko eram mais longas e complexas. Resultado: a gente não conseguia tocá-las direito ao vivo”, relembra o músico, entre gargalhadas.
Já tem alguns bons anos que João Gordo é acusado de “traidor do movimento” por punks mais ortodoxos, devido à incursão do Ratos pelo metal e ao trabalho que o artista vem desenvolvento, inicialmente, na MTV e, atualmente, na Rede Record como apresentador. “Isso pra mim é uma ocupação como outra qualquer. A diferença é que eu trabalho pouco e ganho bem”, debocha, para depois se mostrar mais sério e dizer que não pode se render ao capricho de radicais e deixar de dar conforto aos seus dois filhos pequenos.
Entre os outros destaques desta noite, no Abril pro Rock, estão os shows do grupo americano de thrash metal Exodus - de onde veio o guitarrista Kirk Hammett, do Metallica - e da banda mexicana de grindcore Brujeria. Firetomb e Pandemmy - que aproveita a ocasião para lançar o EP Dialectic - representam Pernambuco no festival.
Confira a ordem das atrações da noite de hoje, no Abril pro Rock:
17h, abertura dos portões; 17h30, início dos shows
Pandemmy (PE)
Test (Test)
Firetomb (PE)
Hellbenders (GO)
Leptspirose (SP)
Cripple Bastards (Itália)
Ratos de Porão (SP)
Brujeria (México)
Exodus (EUA)
Site do festival:


Fonte: Jornal do Comercio Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui esta notícia, sem limites, sem moderação.